Morreu o realizador norte-americano Robert Mulligan

Filme "Verão de 42"

Filme "Verão de 42"

O realizador norte-americano Robert Mulligan, que foi nomeado para um Óscar em 1962, com o filme “Na Sombra e no Silêncio” (To Kill a Mocking Bird, no original), morreu aos 83 anos na sua casa, no estado do Connecticut, Estados Unidos.
Apesar de não ter ganho o Óscar de melhor realizador, dirigiu vários actores que o conquistaram, como Gregory Peck, nesse filme de 1962, em que desempenha o papel de um advogado que defende um homem negro acusado de violar uma mulher branca. Este filme adapta ao cinema um livro de Harper Lee, “Por Favor Não Matem a Cotovia”, premiado com o Prémio Pulitzer.
O seu irmão mais velho era o actor Richard Mulligan. Quanto a Robert, nascido a 23 de Agosto de 1925, iniciou-se na realização nos programas televisivos transmitidos em directo de Nova Iorque, no início da década de 1950, como Studio One e Playhouse 90, antes de se estrear no cinema em 1957, com Fear Strikes Out.
Discreto, com tendência a desaparecer por trás do seu trabalho, não terá recebido a aclamação de outros realizadores seus contemporâneos, e que também iniciaram a carreira na televisão, como Sidney Lumet, Arthur Penn e John Frankenheimer. “Dá-se demasiada atenção aos realizadores, o que é agradável mas exagerado”, disse numa entrevista ao jornal nova-iorquino Village Voice, em 1978.
Os seus filmes eram mais populares entre o público frequentador das salas de cinema do que entre os críticos, que o acusavam de não ter um estilo próprio.
No entanto, o realizador francês François Truffaut era um admirador confesso de Mulligan, defendendo-o dos que consideravam que o americano não tinha um estilo.
O próprio Mulligan respondia a estas críticas: “Não sei o que possa ser ‘o estilo Mulligan’”, disse ele na mesma entrevista ao Village Voice em 1978. “Se não o descobrem, bem, esse é o vosso trabalho”, atirou, em jeito de resposta aos críticos.
A qualidade do seu trabalho com actores foi reconhecida por vários Óscares, mas é recordado também por ter entrevistado pessoalmente 500 jovens estudantes de liceu de Nova Iorque, em audições para o filme Up the Down Staircase. Reuters
Robert Mulligan começou na televisão, nos anos 50, e tinha entre os seus admiradores o francês François Truffaut.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: