Líder do Kmer Vermelho comparece em tribunal

No Tribunal, impávido e sereno

No Tribunal, impávido e sereno

No Camboja, trinta anos depois da queda do regime que levou à morte de um milhão e setecentas mil pessoas, um responsável khmer vermelho compareceu hoje pela primeira vez perante um tribunal.

Kaing Guek Eav, mais conhecido por Duch, dirigia a prisão S-21, o centro de tortura do regime que governava então o Camboja.

O tribunal, criado pelo Governo com a ajuda das Nações Unidas, visa julgar os líderes sobreviventes do regime que entre 1975 e 1979 tentou levar à prática a utopia de uma sociedade onde não havia dinheiro, escolas, ou cidades.

Duch é acusado de crimes de guerra, tortura e homicídio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: