New York Times: praia de Jangamo uma das mais bonitas do mundo

 

Praia semi-deserta, ideal para manhãs de mergulho e pesca e tardes à sombra dos coqueiros

Praia semi-deserta, ideal para manhãs de mergulho e pesca e tardes à sombra dos coqueiros

 

O jornal norte-americano New York Times pôs a praia de Jangamo, em Inhambane, na sua lista das 50 praias mais bonitas do mundo.

O jornal descreve a praia como semi-deserta, ideal para manhãs de mergulho e pesca e tardes à sombra dos coqueiros.  

“Não é fácil chegar à praia de Jangamo, na baía de Guinjata, no litoral moçambicano. Mas quando se chega percebe-se que é bom ser assim: longe dos destinos de massas, conserva o ar selvagem, a paz, o sossego”, escreve o New York Times.

O jornal descreve de forma sonhadora e delirante a praia de Jangamo como “um areal a perder de vista quase sem ninguém, areia imaculada, um mar de ondas revoltas, três pequenos lodges com meia dúzia de cabaninhas de madeira e telhado de colmo, propositadamente escondidas entre os coqueiros. E silêncio”.

O governador de Inhambane, Itai Meque, diz com muito orgulho que a província tem de facto um potencial turístico invejável.

Meque frisa que a praia de Jangamo tem áreas muito bonitas, paisagem ímpar, com águas limpas e bonitas.

O governador afirma que a avaliação que foi feita pelo jornal dos estados Unidos da América é justa e constitui motivo de alegria para o governo, para a população de Inhambane e para o país em geral.

 

"Cabaninhas de madeira e telhado de colmo, propositadamente escondidas entre os coqueiros. E silêncio"

"Cabaninhas de madeira e telhado de colmo, propositadamente escondidas entre os coqueiros. E silêncio"

 

Em função deste elogio, de acordo com Meque, a província vai continuar a trabalhar sobretudo na manutenção para garantir a qualidade e valorizar as potencialidades turísticas.

Frisa que Inhambane e o país devem figurar como referência internacional na componente turística.

Itai Meque refere que em 2007 os investimentos na área do turismo atingiram cerca de oitenta e nove milhões de dólares e em 2008 alcançaram cento e cinquenta milhões de dólares.

Para Jangamo, 525 quilómetros a norte de Maputo, não há voos fretados nem autocarros de turismo.

Há é uma picada de 25 quilómetros do aeroporto de Inhambane ao mar, por onde só se consegue andar num veículo 4×4.

O jornal americano diz haver recifes soberbos, cheios de espécies de todos os tamanhos, de garoupas a moreias, raias, tartarugas, golfinhos e até tubarões-baleia e tubarões-tigre..

De Junho a Setembro é possível também ver baleias-bossa.

A escassos quilómetros de distância de Jangamo há outras praias a não perder, como a Baía dos Cocos.

A 25 quilómetros, já de volta à civilização, a  praia do Tofo oferece diversos restaurantes, bares e animação. Ao lado, a praia da Barra mantém-se em estado mais puro, ainda só com meia dúzia de pequenos lodges escondidos.

Uma resposta to “New York Times: praia de Jangamo uma das mais bonitas do mundo”

  1. Seus artigos são interessantes, quer ingressar no ocasional? Se quiser me manda um email ocasional86@yahoo.com.br, Abraços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: